Alexânia, Torre de TV e Ermida Dom Bosco

Alexânia, Torre de TV e Ermida Dom Bosco

janeiro 31, 2022 0 Por linhares

Após um começo de ano bem chuvoso e alguns dias de férias familiares, rolou o primeiro passeio de 2022. Seguimos o tradicional caminho pela GO-225 passando pela cidade eclética e o povoado de Aparecida de Loyola. Chegando na parte asfaltada da rodovia, dobramos à esquerda para Alexânia. Foram seis motos, no total: Tiger 900, Lander ABS (x2), CRF1000L (x2) e BMW 1200 GS. O colega da BMW era “amigo virtual” do instagram!

Aparecidinha de Loiola

Na volta do passeio, já na área urbana da cidade, Júlio percebeu que não conseguia cambiar as marchas! Eu e o Helder o acompanhamos até a Asa Norte. Ele achou que o pedal de câmbio havia rompido, mas na verdade foi um rebite que soltou entre o pedal e a haste que fica na lateral do motor.

Treino OFF

Na sequência do treino que rolou em dezembro, eu e Júlio voltamos no circuito da torre de tv digital. Agora a AT branca está calçada com um par de pneus Karoo! Dali seguimos na direção da barragem do lago Paranoá até a entrada da Ermida Dom Bosco. Uma pista de terra à direita dá acesso à margem do lago. No google maps está identificada como Enseada Kiodai (-15.797684, -47.789515).

Enseada Kiodai e praia do Lago no Google Earth

A estrada começa boa, mas vai ficando inclinada e cheia de pedras. Conseguimos descer até o final, sempre utilizando a técnica de olhar antes (See before you do it) do Tony Bretts. Apenas num ponto de parada, o Júlio deu mole e tombou a moto. Neste local eu tive bastante trabalho para manobrar por conta do piso desnivelado. Encontramos com um jipe Land Rover Defender cujo piloto nos indicou um outro acesso ao lago (no maps está como “praia do lago”) que nós conferimos na volta. No pequeno trecho em que seguimos a Land Rover, não utilizamos a técnica de olhar antes e quase compramos novos terrenos!

Este segundo acesso é mais tranquilo. Tem mais cascalho e menos pedras. Porém, ao final, todas as trilha passavam por alguma descida mais íngreme. Eu escolhi a mais ligth e desci e subi com mais facilidade do que imaginava! A moto realmente é espetacular! Infelizmente, tem como ponto negativo o peso – mesmo em dupla, eu fiquei sentindo os músculos das costas por conta de levantar a AT que tombou.

Fiz um clipe do passeio que está no Vimeo repetindo a experiência do clipe que eu fiz para o passeio de Cocalinho. Este tipo de vídeo é bem mais rápido de editar que os vídeos com narração explicando os detalhes do rolê!

Abraços, Linhares

Atualização [8fev22]: aproveitei o final de semana sem rolê para editar o vídeo no Youtube.