Rolê com Bressan e Track-day

Rolê com Bressan e Track-day

março 25, 2022 0 Por linhares

Nos dias 20 de fevereiro e 20 de março eu participei do passeio organizado pelo Flávio Bressan do canal Estradas Amazônicas no Youtube. No primeiro eu acompanhei a turma desde o Parque da Cidade até o entroncamento da BR-020 com a BR-010, tudo por asfalto. No segundo, eu pulei a parte da manhã e encontrei a galera na hora do almoço.

Neste segundo evento, o off road vespertino foi por estradas na região de Brazlândia. O circuito dava bastante voltas e, como eu não tinha abastecido a moto antes, precisei sair antes do final. Meu parceiro Júlio me acompanhou. Depois de passar no posto, atravessamos o centro da cidade e pegamos um “atalho” para sair na DF-430. Acontece que esse caminho, que inciou logo após o cemitério de Brazlândia, passou por vielas bem estreitas e um tanto quanto assustadoras, por assim dizer… Após uma conferida rápida no GPS, voltamos para o asfalto e tocamos até Brasília!

Concentração do 1° Rolê com Bressan no estacionamento 6 do Parque da Cidade

Track-day

Finalmente consegui participar de um evento do Cerrado Moto Aventura, escola de pilotagem focada em motos big trail que o Bressan montou com o Paulo Bartos e outros sócios. Foi no dia 13 de março. Havia dois circuitos separados: um simulando condições urbanas, com piso de bloquete, e outro na grama.

Eu comecei muito mal no circuito ON e fui melhorando ao longo do dia. Os destaques ficaram para o colega da XT660 e da Boulevard 800 que aceleraram forte. Sem contar o show do instrutor Leandro que raspou a pedaleira da Royal Enfield Himalayan em todas as curvas!

No circuito OFF eu tive bom desempenho, apesar de estar bastante escorregadio. Os colegas da F850ADV e da GS310 estavam com pneus liso e tiveram mais dificuldade. Surpreendentemente, o piloto da Boulevard fez todo o circuito! Ele só não conseguiu passar sobre um obstáculo de troncos, mas até subiu o “morrão” do final!

Eu aproveitei para dar uma volta na Himalayan. As curvas ficaram muito fáceis na moto pequena, mas pude perceber a diferença da suspensão que é topo de linha na Africa Twin. Voltei para a minha moto e fiz mais algumas voltas nas duas pistas. Comecei a sentir o cansaço do treino e percebi que estava errando algumas manobras no off road. O melhor nesse momento é fazer uma pausa antes de recomeçar. Boa parte da turma já tinha parado para almoçar. Eu comi alguma coisa e segui para outras programações domingueiras. De qualquer forma, foi um excelente treino!

Abraços, Linhares